Pedro Pousada
Pedro Pousada
Professor Auxiliar , Departamento de Arquitetura, Universidade de Coimbra
E-mail confirmado em netcabo.pt
TítuloCitado porAno
A arquitectura na sua ausência. Presença do objecto de arte para-arquitectónico no Modernismo e na Arte Contemporânea
PFR Pousada
A Arquitectura na sua Ausência. Presença do Objecto de Arte Para …, 2010
32010
Desenho: plasticidade e prática conceptual
A Olaio, P Pousada
Imprensa da Universidade de Coimbra/Coimbra University Press, 2014
22014
Jorge Pinheiro: superação e continuidade na imagem moderna
PFR Pousada
22001
A Nova Babilónia ou a rua como um happening non‑stop de comprido
P Pousada
Revista Crítica de Ciências Sociais, 167-184, 2012
12012
QUINTAIS, Luís. Exúvia, gelo e morte: a arte de Rui Chafes depois do fim da arte/Exuviae, ice and death: the art of Rui Chafes after the end of art. Lisboa: Documenta, 2015. 117 p.
P Pousada
Convergência Lusíada, 179-181, 2016
2016
An ongoing debate: Art as Academy as Art
P Pousada
Arte e Universidade 1, 63-74, 2016
2016
Rodrigo Oliveira: Monopólio da pureza desalinhada
PFR Pousada
Faculdade de Belas Artes. CIEBA 2, 171-179, 2014
2014
Monopoly of the unaligned purity/Rodrigo Oliveira: monopolio da pureza desalinhada
PFR Pousada
GAMA, 171-180, 2014
2014
Motel Coimbra# 2
A Olaio, P Pousada
Colégio das Artes Universidade de Coimbra, 2014
2014
The Misfit Eye: Scoping Space Inequality, Planned Obsolescence, Isolation and Commodification through the Eyes of Contemporary Art
PFR Pousada
Cescontexto-debates, 816-832, 2013
2013
from KAYelITSHA to MAISON TrOPICAle: looking At ÂngelA ferreirA’S SPAce metAPhorS on memory, reificAtion, And belonging
P Pousada
Animation of public space through the arts: toward more sustainable …, 2013
2013
A ruína e a memória reprimida como estilos da cidade moderna: os trabalhos de Gordon Matta-Clark
P Pousada
Biblos 11, 425-454, 2013
2013
Revista Crítica de Ciências Sociais
P Pousada
Revista Crítica de Ciências Sociais 99, 167-184, 2012
2012
série Immeuble
P Pousada
Joelho. Revista de Cultura Arquitectónica, 2012
2012
O Merzbau como sepultura do eu logocêntrico: um eu que grita torna-se espaço
P Pousada
PORTO ARTE: Revista de Artes Visuais 20 (34), 37-49, 0
O Merzbau: a interpretação do mundo como uma forma viva sem causas primeiras
P Pousada
PORTO ARTE: Revista de Artes Visuais 21 (35), 0
Merzbau: the interpretation of the world as a living form without first causes
P Pousada
PORTO ARTE: Revista de Artes Visuais 21 (35), 0
Merzbau, the grave of the logocentric self: He who screams becomes the space
P Pousada
PORTO ARTE: Revista de Artes Visuais 20 (34), 137-144, 0
O sistema não pode executar a operação agora. Tente novamente mais tarde.
Artigos 1–18